Novidades

Corretor de Seguros tem papel fundamental na hora do sinistro

Compartilhe:

20/03/2019 - CQCS | Ivan Netto

São muitos os momentos importantes no relacionamento entre corretor de seguros e segurado. Um, entretanto, é considerado fundamental por diversos especialistas do setor: o sinistro.

“Diferente de outros canais de distribuição, nessa hora o corretor mostra a sua importância na hora da regulação do sinistro. A hora do sinistro é quando o serviço é entregue”, opina o presidente do Sincor-SE, Erico Melo.

Na mesma linha, o advogado, corretor de seguros e vice-presidente da Fenacor, Dorival Alves de Sousa, acredita que, apesar de o corretor ser importante na fase da contratação de uma apólice de seguro, já que ele é o profissional que vai orientar o cliente sobre o melhor custo-benefício, o trabalho dele não termina aí.

“Ele precisa estar pronto para atender qualquer reclamação ou demanda do segurado. Ele é o profissional que conhece o produto e deve orientar o cliente, acompanhá-lo e ajudá-lo em momentos difíceis, como em caso de um sinistro”, afirma o dirigente.

Para Erico Melo, nessas horas, é primordial um atendimento célere e passar informações claras e diretas. “É preciso ter uma relação próxima do cliente. Quanto mais próxima a relação, mais ele conseguirá ajudar na hora do sinistro”, analisa o presidente do Sincor-SE, que lembra ainda que o corretor deve estar aberto e disponível para esclarecer dúvidas sobre os produtos contratados. “É muito importante que o corretor conheça bem o produto que está vendendo”, alerta.

Já Dorival ressalta que para fazer um bom atendimento é preciso sempre buscar a confiança e a fidelização do cliente. “Prestando assistência e orientação na ocasião de um sinistro”, conclui o vice-presidente da Fenacor.