Novidades

Mantenha seu lar seguro com uma apólice residencial

Compartilhe:

12/04/2013 - O Liberal

Seu imóvel pode ser segurado incêndio, raio, implosão e explosão, danos na estrutura, além de possíveis danos causados aos móveis

Maria José provocou o incêndio da sua cozinha após uma tentativa frustrada de fritar salgadinhos. João passou a noite em claro com as crianças depois que o vendaval levou parte de seu telhado. Já não bastasse tamanho transtorno, quem pagará a conta? Pois é, tão importante que ter a casa própria é possuir uma apólice de seguro para que o sonho não termine em lama.

"Os seguros estão cada vez mais acessíveis à população. Hoje, um seguro razoável com assistência 24 horas pode ser contratado a partir de R$ 240. O custo benefício é muito interessante, pois a assistência prevê até limpeza de caixa d'água e o segurado fica amparado mesmo em caso de vendaval, na época das chuvas e temporais", comenta a corretora de seguros Adriana Matos.

Uma apólice básica prevê a cobertura do imóvel contra incêndio, raio, implosão e explosão, danos na estrutura do imóvel, além de possíveis danos causados aos móveis. Ainda é possível contratar serviços contra roubo, desmoronamento, danos elétricos, vendaval e chuva de granizo, impacto de veículos e mais um leque de variedades oferecidas pelas seguradoras.

O valor a ser contratado é calculado sobre o valor real do imóvel (construção) mais os móveis que nele existam. Um seguro residencial pode custar a partir de R$ 2.800,00. Os preços aumentam de acordo com a quantidade de coberturas que o segurado deseja incluir na apólice (não existe um valor máximo).

Mais do que preço, antes de contratar o seguro residencial, Adriana aconselha ler atentamente as cláusulas para não ser pego de surpresa. Por exemplo, algumas seguradoras trazem a assistência 24 horas como benefício, mas outras não. Mesmo danos elétricos e sinistros devem estar especificados no contrato.

"Caso o segurado não contrate a cobertura contra danos elétricos, por exemplo, absolutamente não terá direito à indenização dos prejuízos causados por esse evento", frisa a corretora.

Indenização

A indenização será paga até o valor máximo contratado para cada serviço. Quando existir a necessidade de reconstrução do imóvel destruído por fogo, raio ou explosão, o cálculo será baseado no custo do metro quadrado, conforme o padrão de construção.

Em caso de perda total da residência ou pertences, o limite máximo da indenização corresponde ao valor determinado na apólice.

A indenização é paga em até 30 dias após entrega de toda documentação necessária pelo segurado. Se o prazo não for respeitado, a seguradora terá que pagar multa e juros, além do valor devido. Mas observe se esses critérios estão contidos no contrato para que não seja um entrave na hora de ser ressarcido.